16/mar

Após briga com filho, mãe se machuca e nega boatos de espancamento em Nova Lima

Uma notícia sobre o espancamento da própria mãe, praticado por André Soares, morador de Honório Bicalho, viralizou pelo Whtasapp nesta semana. De acordo com a mensagem, o jovem de 29 anos teria agredido sua genitora, a técnica de enfermagem Maria Aparecida Gonçalves, o que lhe causou diversos hematomas pelo corpo. O motivo, segundo o texto, seria a negativa da mulher em conceder dinheiro ao filho, que seria usuário de drogas.

Texto divulgado nas redes sociais

Pouco tempo mais tarde, a noiva de André, Joice Helena, divulgou pela mesma rede social que o compartilhamento era uma difamação e que a história não teria acontecido da forma que foi retratada.

De acordo com Maria Aparecida, na quarta-feira (10), após chegar do trabalho, ela teve uma discussão com o filho, que seria por razão banal. Com os ânimos exaltados, ela afirma que investiu contra o jovem e, durante a briga, caiu e se machucou. Porém, bastante nervosa, ela procurou a polícia e fez um Boletim de Ocorrência.

“Não houve espancamento, aconteceu uma discussão de família. Meu filho André sofre de depressão e toma remédios controlados”, disse a reportagem do Jornal Minas.

Fotos divulgadas mostram ferimentos

Violência domestica aumenta durante a pandemia 

Em março quando o isolamento social imposto pela pandemia faz um ano, a quantidade de denúncias de violência doméstica recebidas no canal 180 deu um salto: cresceu quase 40% em relação ao mesmo período de 2019, segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMDH).

A Central de Atendimento – Ligue 180 – funciona 24 horas por dia, de segunda a domingo, inclusive feriados. A ligação é gratuita e o atendimento é de âmbito nacional.

Por Redação Jornal Minas

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp

 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas