05/out

Atlético dispara na liderança do Brasileirão com goleada sobre o Vasco

Com um futebol agressivo, de velocidade e eficiente o Atlético deu mais uma vez uma exibição de gala nesta noite de domingo no Mineirão. Nem o golaço de bicicleta marcado por Benítez segurou o ímpeto atleticano que goleou o Vasco, por 4 a 1, e abriu vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro após a 13.ª rodada.

Com 100% de aproveitamento em casa, onde coleciona seis vitórias, agora lidera com 27 pontos, cinco na frente do Internacional e do Palmeiras, ambos com 22. O seu ataque é o melhor da competição com 25 gols em 12 jogos, com média de 2,08.

Jogo aberto

O primeiro tempo foi eletrizante, com o Vasco criando a primeira chance aos três minutos. Andrey lançou Cano que saiu do campo defensivo em velocidade, mas o auxiliar José Eduardo Bernardi apontou, de forma errada, o impedimento. Era uma demonstração de que o time carioca não iria apenas esperar o adversário.

Aos oito minutos, o Vasco abriu o placar com um golaço de bicicleta de Benítez. Após cobrança de lateral, Réver tentou dar de cabeça para trás e não percebeu que Benitez estava dentro da área. O ‘gringo’ matou a bola no peito e bateu de bicicleta e com força.

+ Noticias sobre esporte

A reação

Mas este gol parece ter sido a senha para despertar o Atlético-MG, como sempre armado para marcar a saída de bola do adversário e jogar com intensidade. O empate saiu aos 13 minutos.

Após cruzamento de Guga na direita, Nathan deu leve toque de lado para Guilherme Arana. O lateral estava de frente pra o gol, bateu cruzado e forte para deixar tudo igual.

Cinco minutos depois, aos 18, aconteceu a virada. Keno começou a jogada do lado esquerdo da área, deu o passe e a defesa tentou aliviar. Mas a bola sobrou livre para Savarino que encheu o pé de virada e fez 2 a 1. O time mineiro manteve sua marcação adiantada e aproveitando os erros na saída de bolas. Desta forma, marcou mais dois gols, ambos de pênalti.

A defesa vascaína perdeu a bola na frente da área, Nathan ficou com ela a acabou derrubado após carrinho de Carlinhos. O lateral Guga pediu para cobrar, uma vez que estava zerado em 56 jogos com a camisa atleticana.

Com calma ele deslocou o goleiro Fernando Miguel que caiu do lado direito e viu a bola entrar no lado esquerdo aos 28 minutos.

O técnico Ramon Menezes, atônito no banco de reservas do Vasco, ainda tentou mudar o cenário em campo com duas mudanças. Tirou Vinícius e Carlinhos, com características de marcação, para as entradas de Marcos Júnior e Yago Pikachu, respectivamente. As trocas aconteceram aos 35 minutos, mas logo em seguida o Atlético ampliou o placar.

Outra saída errada da defesa e Castan usa o braço esquerdo no rosto de Alan Franco, desequilibrando o adversário e cometendo novo pênalti.

Desta vez quem bateu foi o artilheiro Keno, que deu paradinha e também deslocou Fernando Miguel. Goleiro para a direita, bola para a esquerda aos 36 minutos.

O Vasco mudou o seu esquema de marcação no segundo tempo. Adiantou um pouco a linha na tentativa de impedir as ações do adversário. De outro lado, o Atlético entrou com aquela acomodação natural de quem já fez um placar elástico no primeiro tempo.

A situação do time carioca piorou aos 14 minutos, com a expulsão de Andrey. Ele chegou atrasado e acertou Savarino, recebendo o segundo cartão amarelo e, em seguida, o vermelho. Para evitar o pior, Ramon tentou reforçar a marcação tirando o atacante Talles Magno para a entrada de Bruno Cosendey.

Em vantagem no placar e em jogadores, o Atlético diminuiu o ritmo e passou a trocar passes de um lado para outro, até respeitando o esforço adversário, todo acuado e com duas linhas defensivas.

A principal chance para ampliar a goleada aconteceu aos 21 minutos, quando Allan bateu de fora da área e a bola explodiu no travessão. Fernando Miguel saltou, mas já estava batido.

Veja os melhores momentos

Próximos jogos

Na quarta-feira os dois times entram em campo pela 14.ª rodada. O Atlético vai enfrentar o Fortaleza, na Arena Castelão, a partir das 21h30. Um pouco mais cedo o Vasco vai medir forças com o Bahia, as 19h15, no estádio de Pituaçu, em Salvador.

Por Redação Jornal Minas

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas