21/out

Chefe de gabinete do vice prefeito é denunciado por Fake News em Nova Lima

Wesley de Jesus candidato a prefeito em nova Lima  é vítima de “fake news” e denuncia crime. Perícia contratada diz   que chefe de gabinete do vice-prefeito João Marcelo (Cidadania) e também a candidato a prefeito na cidade é autor de áudio com voz deturpada e acusação falsa contra candidato do DEM que circulou em redes sociais.

A denuncia

Wesley apresentou na sexta-feira (16/10) ao Ministério Público Eleitoral denúncia contra a chapa , por ilegalidades na campanha. João Marcelo e seu chefe de gabinete, Leonardo Angelo Ribeiro, o “Fuka” como é conhecido, são acusados de fabricação de notícias falsas (“fake news”) contra Wesley. Entre as denúncias relatadas está a utilização de servidor público para a disseminação de notícias falsas nas redes sociais.

Veja: Entrevista João Marcelo candidato a prefeito de Nova Lima

A notícia-crime apresenta laudo de perícia técnica atestando que um suposto motorista de cooperativa que teria sido obrigado a ir a um evento da campanha de Wesley é na verdade o chefe de gabinete de João Marcelo, Leonardo Ribeiro, com a voz deturpada.

O candidato do DEM também atribui ao adversário crimes como invasão de suas redes sociais para disseminar conteúdos montados e falsos para prejudicá-lo, e pede que sejam tomadas as medidas cautelares necessárias contra os acusados.

Veja foto do Laudo 

Laudo de Exame Pericial

Os fatos

No dia 03/10, o candidato a prefeito de Nova Lima, Wesley de Jesus, realizou um evento no estilo “drive-in” por ocasião das restrições quanto a Covid-19. Eram carros que iam participar do lançamento da campanha para evitar aglomerações.

Na noite do evento, circulou pelas redes sociais um áudio com a voz distorcida de um suposto motorista de cooperativa que denunciava possível prática ilegal do candidato do Decmoratas. Segundo áudio, a campanha de Wesley teria obrigado os motoristas a irem para o evento sob pena de perder benefícios na prefeitura.

Ao tomar conhecimento do áudio, Wesley de Jesus procurou um perito especialista em comparação forense de locutor para descobrir quem era o autor da voz distorcida na mensagem. A primeira providência da perícia foi retirar o efeito de distorção da voz.

A suspeita então recaiu sobre o Leonardo Angelo Costa Ribeiro, o principal assessor do vice-prefeito e candidato a prefeitura de Nova Lima, João Marcelo. Áudios do suspeito foram encontrados na internet e comparados.

Por fim, o perito atestou ser do assessor de João Marcelo a voz da mensagem falsa criada para denegrir a campanha de Wesley.

Ouça o áudio 

Com a conclusão da perícia, Wesley de Jesus apresentou a notícia-crime ao MPE.

Até o momento a campanha de João Marcelo não soltou nota sobre o assunto.

+ Noticias de Nova Lima

A data das eleições 2020 foi adiada para o mês de novembro devido à pandemia do COVID-19. O primeiro turno será dia 15 e, o segundo, no dia 29.

Por Thiago Carvalho

 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas