11/abr

Cruzeiro supera Atlético, vence ‘clássico dos 100 anos’ e vira vice-líder do Mineiro

Cruzeiro mostrou força neste domingo e, com uma atuação segura durante os 90 minutos, venceu o clássico contra forte time do Atlético, por 1 a 0, no Mineirão, em jogo válido pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro.

O gol do Cruzeiro foi marcado por Airton, aos 16 minutos do segundo tempo, em jogada que ficou evidente o ótimo trabalho coletivo que vem sendo pelos comandados de Felipe Conceição.

Com mais esse triunfo, a Raposa chegou à terceira vitória consecutiva na temporada, tendo em vista que nas últimas rodadas já havia vencido o Boa Esporte e o Coimbra.

Sem tempo para descanso, o elenco celeste já se reapresenta na tarde de segunda-feira, quando treina na Toca da Raposa II. À noite, a delegação viaja para Natal (RN), onde enfrentará o América-RN, na quarta-feira, pela 2ª fase da Copa do Brasil.

O Galo enfrenta o Boa Esporte, às 16h do próximo domingo (18), no Mineirão

O jogo

A partida começou de maneira equilibrada no maior estádio de Minas Gerais, com ambas as equipes se estudando, sendo que a primeira chance aconteceu somente aos 11 minutos. Na jogada, Guga foi à linha de fundo e cruzou para Vargas, que chutou de primeira, acima do travessão.

Um pouco depois, o chileno apareceu novamente e chutou forte, obrigando Fábio a defender em dois tempos. A resposta cruzeirense veio na sequência, quando Matheus Pereira acionou Airton, que cruzou com efeito e, por pouco, não surpreendeu o goleiro rival.

A Raposa voltou a assustar na marca dos 28 minutos. Marcinho fez ótimo lançamento para Rafael Sóbis, que avançaria livre, mas Everson saiu da fora e afastou para longe.

Já aos 35 minutos, o Maior de Minas teve uma ótima oportunidade em uma cobrança de falta, muito próxima à linha da grande área. Na ocasião, Marcinho ajeitou para Rafael Sóbis, que finalizou rasteiro para boa intervenção de Everson.

2º tempo

O ínicio do segundo tempo foi movimentado. Aos 7 minutos, Nacho Fernandéz lançou para Vargas, que avançou com liberdade e chutou no canto, mas Fábio que e salvou o Clube Azul, espalmando para o lado.

Logo depois, em rápido contra-ataque, Bruno José tentou concluir a gol, mas a bola desviou na zaga do Atlético e foi para a linha de fundo.

Já aos 11, após cobrança de escanteio, Keno desviou de cabeça, em finalização que passou bem próxima à trave celeste.

A qualidade do trabalho coletivo desenvolido por Felipe Conceição rendeu frutos na marca dos 16 minutos. Após ótima triangulação do ataque cruzeirense, Rafael Sóbis deu assistência precisa para Airton, que dominou, ajeitou o corpo e concluiu com categoria, sem chances para Everson, que ainda viu a bola bater na trave antes de entrar. Cruzeiro 1 x 0.

Com a confiança em alta após abrir o placar, o maior campeão do estado voltou a criar nova chance aos 22 minutos. Nessa oportunidade, Rafael Sóbis foi na ponta esquerda e encontrou, dentro da área, Bruno José, que dividu com a defesa rival e, por pouco, não balançou as redes.

Nos momentos seguintes do clássico, o time celeste administrou o resultado e garantiu os três pontos. Aos 47 minutos, ainda houve tempo para duas expulsões: William Pottker e Hulk.

Por Redação

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas