11/out

Empate com lanterna derruba Ney Franco no Cruzeiro

Ney Franco não é mais o treinador do Cruzeiro. A diretoria comunicou a sua demissão momentos depois do empate sem gols com o lanterna Oeste, na tarde deste domingo, em Barueri.

+Noticias de esporte

O jogo

Mesmo atuando fora de casa, o time celeste foi que assustou primeiro. Aos 11 minutos, Jadson fez cruzamento para Arthur Caike, que tocou de cabeça para o meio da área buscando Sassá, mas o atacante não alcançou.

Dois minutos mais tarde foi a vez de Daniel Guedes aparecer no campo de ataque. Atuando como lateral esquerdo, o camisa 38 avançou pela ponta, cortou para meio e bateu colocado, levando perigo à meta adversária.

Já aos 17 minutos foi a vez de Sassá ariscar de longe e ver a bola desviar na zaga, saindo para escanteio.

A resposta do Oeste aconteceu aos 25, com Mazinho, que finalizou forte, de fora da área, acima do gol defendido por Fábio.

O time sediado em Barueri assustou de novo aos 39 minutos, quando Éder Sciola lançou Mazinho, que avançou e ficou livre para finalizar. O camisa 10 deu um chute rasteiro, que saiu rente à trave esquerda.

No fim do primeiro tempo, aos 45 minutos, Airton sofreu falta cometida por Matheus Dantas. Filipe Machado foi para a cobrança e obrigou o arqueiro Luiz a se esticar todo no canto para evitar o tento cruzeirense.

Próximos jogos

O Oeste volta a campo no próximo sábado, contra o Confiança, às 16h30, na Arena Batistão, em Aracaju. Na sexta-feira, o Cruzeiro recebe o Juventude, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte. Os jogos são válidos pela 16ª rodada.

Saída do treinador

“Infelizmente, após essa sequência aí, acabamos de bater um papo no vestiário, não é nem do nosso perfil ter essa conversa no vestiário, mas acho que o momento não tinha como agir de outra forma. Batemos um papo com o Ney Franco de forma muito amigável e resolvemos encerrar o ciclo dele”, anunciou o presidente Sérgio Santos Rodrigues no canal oficial do clube no Youtube.

Ney Franco foi anunciado há um mês para substituir Enderson Moreira e comandou o Cruzeiro em apenas sete jogos, tendo um aproveitamento de 47,6%. Foram três vitórias, um empate e quatro derrotas.

A diretoria vai passar a buscar um nome no mercado a partir de agora. O auxiliar-técnico fixo Célio Lúcio vai comandar os treinamentos nesta semana que a delegação vai ficar concentrada em Atibaia até que o clube feche com o substituto de Ney Franco.

“Não existem especulações de nomes, como haviam ventilado. Não há conversa com ninguém, até porque o profissionalismo e o respeito que a gente prega determina que antes a gente converse com o técnico que estava empregado aqui”, garantiu o presidente.

Antes de Ney Franco, outros dois treinadores haviam passado pelo Cruzeiro nesta temporada: Adilson Batista e Enderson Moreira.

Sem ganhar há três jogos, o Cruzeiro tem 12 pontos e é o penúltimo colocado da Série B. Primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Botafogo-SP tem 14 pontos.

Por Redação Jornal Minas

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas