27/dez

Felipe, João Marcelo e Serginho se reúnem em Rio Acima para decidir Carnaval 2022

Será nesta terça-feira (28), às 10h, o encontro dos prefeitos das cidades de Rio Acima, Nova Lima e Raposos. A pauta a ser discutida é a realização da festa de carnaval em 2022 nas cidades coirmãs. Além de Felipe Gonçalves, João Marcelo Dieguez e Serginho da Bota, participarão do debate representantes dos setores de turismo, saúde e segurança dos municípios envolvidos, agentes públicos que formam a comissão organizadora. As cidades planejam juntas a possível realização da festa. Esta comissão organizadora teria uma reunião no dia 29 de novembro, porém foi adiada devido ao afastamento da festa que está agendada entre 28 de fevereiro e 1º de março de 2022.

O prefeito João Marcelo Dieguez se mostra favorável; “Folião que sou, meu desejo particular é claro que a gente pudesse ter carnaval, espero que a gente possa ter o quanto antes”. Disse Dieguez na última semana em entrevista, porém acha improvável a realização da folia neste momento. Afirmou que há um diálogo entre os prefeitos das cidades para tomar estas decisões de forma responsável, que é uma decisão que transcende o município e deve ser regional.

Outras cidades já cancelaram o Carnaval

Os 30 municípios que fazem parte da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais decidiram, por unanimidade, não promover o carnaval em 2022. Entre eles estão Ouro Preto, Diamantina e Tiradentes, destinos tradicionais da folia no estado.

Estado vai definir somente em janeiro

A possível autorização para festas do Carnaval 2022 e a decisão sobre a desobrigatoriedade do uso das máscaras de proteção contra a covid-19 vão ser definidas pelo Governo de Minas Gerais no próximo mês de janeiro.

A previsão foi feita pelo governador Romeu Zema (Novo), no dia 1° de dezembro. Segundo ele, o secretário estadual de Saúde, Fábio Baccheretti e sua equipe vão analisar os dados da pandemia para baterem o martelo.

Ômicron em Minas

O Governo de Minas vai lançou campanha para que a população complete e reforce o esquema vacinal contra a covid-19. A estratégia, divulgada em coletiva de imprensa realizada na Cidade Administrativa, no último dia 13 tem o objetivo de prevenir casos da variante ômicron (B.1.1.529) em Minas Gerais.

O secretário de Saúde destacou que, atualmente, a pandemia em Minas Gerais está controlada, com baixos índices de circulação do vírus, que fizeram o estado completar três meses com todas as macrorregiões na Onda Verde, do plano Minas Consciente. Há também queda consistente nos números de casos e óbitos por covid-19. Na última semana, o estado registrou o menor número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) desde abril do ano passado.

Além disso, na avaliação por cidades, 633 dos 853 municípios mineiros não registraram óbitos por covid-19 no último mês, e 702 não tiveram mortes pela doença nos últimos 15 dias. São 572 os municípios com até 50 casos por 100.00 habitantes e 479 cidades tiveram até 30 casos por 100 mil habitantes.

Por Gisele Maia

O JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Redes sociais
Jornal Minas