05/fev

Final mineira na Copa do Brasil de Vôlei Feminino

Vai ter duelo mineiro na final da Copa Brasil feminina de vôlei. Itambé Minas e Dentil Praia Clube mostraram superioridade e tiveram vitórias tranquilas contra rivais tradicionais. O time de Belo Horizonte venceu o Sesi Vôlei Bauru por 3 sets a 1 (30/28, 14/25, 25/11 e 25/22), enquanto a equipe de Uberlândia passou pelo Osasco São Cristóvão Saúde com uma vitória por 3 sets a 0 (25/23, 25/23 e 25/20), no Centro De Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ).

Neste sábado (06), as duas equipes decidem quem fica com a taça. O Itambé Minas venceu a competição em 2019, em uma final contra o Dentil Praia Clube, e vai em busca de seu segundo título. Já o time de Uberlândia ficou com o vice-campeonato em quatro oportunidades, incluindo as últimas três temporadas, e vai tentar o primeiro troféu da Copa Brasil. A partida vai ser disputada novamente em Saquarema, às 21h30. Quem vencer fica com uma vaga no Sul-Americano de clubes e na Supercopa, em 2021.

+ Notícias de Esportes

Itambé Minas x Sesi Vôlei Bauru

No primeiro duelo da noite, a oposta Dani Cuttino, do Itambé Minas, marcou 19 vezes e foi a maior pontuadora. Thaisa, central do time mineiro, e Polina, oposta do Sesi Vôlei Bauru, fizeram 17 pontos cada. A ponteira Pri Daroit se destacou na vitória do Itambé Minas e fez uma análise do resultado positivo sobre o Sesi Vôlei Bauru. “Sabíamos que seria um jogo muito difícil. O Sesi Vôlei Bauru vem se fortalecendo, veio a Dobriana, que é uma ótima jogadora, que sabíamos que daria volume a elas. Então estávamos preparadas para um jogo muito pegado como foi o primeiro set. Acho que no segundo set pecamos muito no passe e no sistema de bloqueio e defesa, e isso deu a possibilidade para elas abrirem vantagem. A partir do terceiro e do quarto conseguimos voltar a jogar de forma correta taticamente. E isso foi muito importante para a nossa vitória. Nosso objetivo era chegar nesta final e amanhã fazer um grande jogo e, quem sabe, levar o título para o Minas”, disse Pri Daroit.

Pelo lado do Sesi Vôlei Bauru, a ponteira Tifanny lamentou a derrota e as chances perdidas pelo time bauruense. “Nós não aproveitamos as oportunidades que apareceram na partida. Agora é levantar a cabeça e seguir trabalhando forte porque ainda temos muita Superliga pela frente”, afirmou Tifanny.

Dentil Praia Clube x Osasco São Cristóvão Saúde

Na vitória do Dentil/Praia Clube sobre o Osasco São Cristóvão Saúde, destaque para a ponteira holandesa Anne Buijs, maior pontuadora do time de Uberlândia, com 16 acertos. Apesar da derrota, o Osasco São Cristóvão Saúde teve a maior pontuadora do confronto, a oposta Tandara, com 23 pontos.

A levantadora Claudinha ressaltou o equilíbrio do confronto e destacou o bom aproveitamento das mineiras no saque no duelo desta sexta-feira.

“O 3 a 0 não fala pelo jogo, que foi muito intenso. O time de Osasco tem um poder de ataque muito grande. Nós sempre falamos da força desta nossa equipe e hoje apresentamos isso. Quem entrou fez a sua parte muito bem, jogamos taticamente muito bem. Sempre que conseguimos imprimir nosso saque, aliviamos nosso sistema defensivo. Jogos assim são definidos no detalhe e é isto que precisamos estar atentas”, analisou Claudinha.

No Osasco São Cristóvão Saúde, a oposta Tandara fez a sua análise do confronto. “Essa partida foi decidida nos detalhes e hoje estávamos nos cobrando muito. Os sets estavam parelhos até o 20º ponto e depois o Dentil/Praia Clube abria no marcador. Espero que essa partida sirva de lição para voltarmos bem na Superliga”, analisou Tandara.

Por Redação Jornal Minas

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas