26/fev

Jogador formado no Villa Nova é campeão Brasileiro pelo Flamengo

A conquista do título brasileiro pelo Flamengo na noite desta quinta-feira, 25 de fevereiro, no duelo contra o São Paulo, no Morumbi, foi a segunda consecutiva na carreira de João Vitor de Almeida Carvalho.

O lateral que completa 23 anos no dia 9 de março, atuou nas categorias de base do Leão do Bonfim entre 2015 até o início de 2017.

Natural de Belo Horizonte, o zagueiro Rubro-Negro também tem em seu currículo as conquistas da Copa Libertadores da América 2019, da Supercopa do Brasil, da Recopa Sul-Americana e da Taça Guanabara ambas de 2020.

Acompanhando de perto o desempenho das equipes de bese do Villa Nova, pude constatar que o João Vitor teria uma carreira muito promissora no futebol. Leve e com uma disciplina tática acima da média, destacou-se nas seleções Sub-17 e Sub-20 do Leão de Nova Lima, que chamamos de “Os Meninos do Villa”.

Em janeiro de 2017, João Vitor disputou a famosa Copa São Paulo de Futebol Junior, a “Copinha”, e fez um belo gol contra o time do Goias. Porém, este ano, o Villa Nova caiu numa chave forte que contou com o Palmeiras como grande favorito, apesar de não ter passado da fase seguinte, a prata da casa se destacou, João Vitor saiu valorizado.

Infelizmente para o clube, João Vitor transferiu-se para a time goiano, visto que a equipe de novalimense não promoveu o contrato profissional, fato que ocorreu substancialmente com grande parte dos atletas treinados no Alçapão recentemente.

Desejamos a João Vitor os nossos mais sinceros parabéns e muito mais sucesso na sua ainda precoce e brilhante carreira.

Que Villa Nova busque novos caminhos e uma nova filosofia que possa valorizar e acreditar que o bom jogador se faz em casa.

Por Rodrigo Ferreira

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

Compartilhar esta notícia:


Comentários

  1. Infelizmente a diretoria do Villa e os cartolas são muito fracos , nunca enxergam e não conhecem futebol , são traíras maioria cruzeirenses e atleticanos sempre “vendem o time” , nunca me dão chance a quem tem talento ,na minha estréia do amador meti um gol e calei os dirigentes ,quem entende de futebol em nova lima relembra a mim toda vez que piso na rua Nova ,bairro central onde nasci.

  2. Infelizmente a diretoria do Villa e os cartolas são muito fracos , nunca enxergam e não conhecem futebol , são traíras maioria cruzeirenses e atleticanos sempre “vendem o time” , nunca me dão chance a quem tem talento ,na minha estréia do amador meti um gol e calei os dirigentes ,quem entende de futebol em nova lima relembra a mim toda vez que piso na rua Nova ,bairro central onde nasci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas