10/jun

Juazeirense derrota o Cruzeiro e avança para as oitavas da Copa do Brasil

Em uma decisão emocionante, a Juazeirense-BA garantiu a sua classificação às oitavas-de-final da Copa do Brasil. Após vencer o Cruzeiro no tempo normal por 1 a 0, o Cancão de Fogo foi bem nas cobranças de penalidades. Contando com a estrela do goleiro Rodrigo Calaça, que defendeu três cobranças, os Baianos venceram por 3 a 2.

Em campo no Adauto Moraes para buscar a classificação, Juazeirense-BA e Cruzeiro fizeram um primeiro tempo morno. Com muitos problemas em seus setores ofensivos, os clubes pouco ameaçaram um ao outro e poucas chances foram criadas tanto pelo Cancão de Fogo como pela Raposa.

A primeira boa chance do jogo veio apenas aos 28 minutos. Atleta mais lúcido e agudo dentro de campo, o meia Clébson, da Juazeirense, arriscou chute de fora da área. No lance, Fábio fez boa defesa. A resposta celeste veio pouco depois. Aos 34, em cobrança de falta, Ramon rolou para Bruno José e ele mandou a bomba, mas a bola saiu. Com isso, o jogo foi para o intervalo zerado.

Na volta dos vestiários, o panorama mudou e o jogo esquentou nos minutos iniciais. Aos 7, veio a primeira grande chance. Após cobrança de falta de Guilherme Lucena, o meia Clébson recebeu sozinho, mas cabeceou para fora. A resposta mineira veio em três lances. Aos 10 e aos 12, Bissoli arriscou e mandou perto do gol baiano nos dois lances. Aos 13, Bruno José mandou para fora.

No lá e cá, o Cancão de Fogo chegou mais uma vez. Aos 16, Guilherme cobrou falta e Wendell cabeceou com perigo. Com o duelo lá e cá, quem levou a melhor no final foi o Cancão de Fogo. Aos 40, Thauan aproveitou bola recuada de Kesley e mandou para as redes. Nos minutos finais, o lateral Daniel Nazaré salvou em cima da linha e garantiu a decisão nos pênaltis.

Pênaltis

Nas cobranças de penalidades, brilhou a estrela do goleiro Rodrigo Calaça. Em grande noite, o arqueiro do Cancão de Fogo defendeu as cobranças de Rômulo e Matheus Barbosa. Além disso, viu Felipe Augusto mandar para fora. Pelo lado da Juazeirense, apenas Guilherme Lucena perdeu, selando a vitória por 3 a 2 nos pênaltis.

Nas oitavas

Classificado às oitavas, a Juazeirense-BA ainda não conhece o seu adversário. Isso se deve ao fato de, por regulamento, os confrontos da quarta fase serem definidos por sorteio. A data e a hora da definição dos confrontos, contudo, ainda não foi definida. Apesar disso, o Cancão tem motivos para comemorar: com a classificação, os canconeros garantiram R$ 2,7 milhões em premiações.

Por Redação

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas