19/jan

Justiça determina reabertura do comércio em Belo Horizonte

O decreto da PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) que determina o fechamento do comércio não essencial na cidade deverá ser suspenso ao longo dos próximos dias. Nesta segunda (18), uma decisão liminar do juiz Wauner Batista, da 3ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública Municipal da Comarca da capital, diz que as atividades devem ser retomadas a partir do dia 29 de janeiro.

O processo para a retomada das atividades não essenciais foi movido por meio de ação popular do deputado estadual Bruno Engler (PRTB). Em vídeo publicado no Facebook, hoje, o parlamentar comenta a determinação.

 

 

No documento a respeito do assunto, o juiz Wauner diz que o prefeito Alexandre Kalil (PSD) ao tentar garantir a saúde da população diante da Covid-19, “não o fez de forma adequada, pois nota-se claramente a desproporção e desrrazoabilidade de tratamento dos setores de atividades econômicas do município”. “Logo, não há como desprezar abusivo impedimento de atividades econômicas que se impõe”, ponderou.

Na decisão, o juiz ainda diz que trabalhadores estão amargando prejuízos enquanto são obrigados a manter seus estabelecimentos fechados. “Verifico ainda o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo, consubstanciado no impedimento das pessoas jurídicas, cujas atividades foram impedidas, de faturarem e garantirem os seus funcionamentos, a fim de quitarem os seus encargos financeiros, alcançarem os seus objetivos legais e de manterem as suas existências”, citou em outro trecho.

Por Redação Jornal Minas

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas