01/ago

Ato pró-Bolsonaro enche as ruas de BH em defesa do voto auditável

A Praça da Liberdade, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, amanheceu colorida de verde e amarelo. Populares e representantes dos movimentos Brasil Conservador, Direita BH e Marcha da Família Cristã reuniram-se, em favor de pauta única: a defesa do voto impresso e auditável. Segundo o subsinpetor da Guarda Municipal Felipe Giffoni, a expectativa era de 1,5 mil pessoas. Porém, antes do início da tarde, mais de cinco mil pessoas já se encontraram no local.

Presidente do Movimento Conservadores em Ação, Raquel Morato, explica a reinvindicação do movimento. “Queremos que a urna eletrônica continue. Acoplado ao equipamento, será colocada uma impressora. O eleitor vota e suas escolhas saem impressas, como um cupom fiscal. Ele confere e esse comprovante vai cair, automaticamente, numa urna lacrada, que será levada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral)”, esclarece.

Raquel explica que as urnas com os votos em papel só serão abertas caso haja processo de solicitação de conferência em determinada região. “Essa não é uma pauta da esquerda ou da direita, é do povo brasileiro, em prol da democracia. O presidente Bolsonaro já disse que há recurso para a adaptação das urnas eletrônicas e, quarta-feira, o Congresso vai votar a mudança”, adianta.

O administrador Rodrigo Faria, 45, levou o filho, o estudante Pedro, 9, para participar do ato. “Nunca confiei na urna eletrônica e acho excelente podermos confirmar com o voto impresso”, comenta. A aposentada Fátima Morais, 66, concorda: é fundamental termos essa comprovação”.

Bárbara, do canal “Te Atualizei”, a dona de casa conservadora que virou youtuber de sucesso falando de política subiu no palanque para pedir justiça. “Essa pauta, no fundo, é por justiça. É justo o cidadão poder conferir seu voto. E, hoje, temos de aceitar essa polarização. Todos tem o direito de defender seu ponto de vista, seu candidato. Com respeito, está tudo certo”, considera.

A previsão da BHTrans e da Guarda Municipal é de que o trânsito na Praça da Liberdade ficasse interditado nos sentidos Avenida Cristóvão Colombo e João Pinheiro até o início da tarde. A companhia de trânsito iria manter dois agentes empenhados no local até o fim do dia.

Por Redação
Com informações de O TEMPO

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas