20/dez

Passagens mais caras a partir de amanhã em Ribeirão das Neves – O Prefeito Junynho vai recorrer na justiça

O preço das passagens de ônibus de Ribeirão das Neves, na região metropolitana, vai aumentar a partir desta segunda-feira (20). Atendendo a um pedido das empresas de transporte do município, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou, na última sexta-feira (18), que a prefeitura autorize um reajuste de 14,3% nas tarifas dos ônibus municipais, passando de R$ 4,25 para R$ 4,86 o preço da tarifa na cidade.

O Executivo informou que vai recorrer da decisão nesta segunda-feira (21). “Até o julgamento do recurso, a Administração Municipal tem que acatar a decisão da liminar”, informou a prefeitura.

Segundo a decisão, assinada pelo juiz Wenderson de Souza Lima, as concessionárias Autotrans Transportes Urbanos e Rodoviários Ltda. e a Justinópolis Transportes Ltda. alegam que iniciaram a prestação dos serviços à prefeitura ainda em dezembro de 2016 e que o município “não cumpriu as cláusulas contratuais que previam reajustes tarifários, baseados em fórmula de parâmetro contratualmente definida”.

As empresas afirmam ainda que, ao longo do tempo, enviaram diversos ofícios à prefeitura requerendo a aplicação dos reajustes, “demonstrando os impactos econômicos e financeiros negativos”.

Repercussão

Nas redes sociais, o prefeito de Ribeirão das Neves, Junynho Martins (DEM), disse que não vai aceitar a medida, que chamou de “covarde”: “Já acionei a nossa Procuradoria e vamos entrar com recurso contrário a esse aumento. O cidadão de Neves não pode pagar essa conta, ainda mais agora em um momento de pandemia, em que vários cidadãos estão recebendo recursos do governo federal, sem trabalhar”.

Ele destacou, ainda, que o contrato com as empresas de ônibus foi na gestão anterior e que não concorda com a forma de reajuste tarifário estabelecida.

Por Redação Jornal Minas

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas