28/jan

Polícia investiga desaparecimento de vacina Coronavac em hospital de Belo Horizonte

Na Maternidade Odette Valadares, em Belo Horizonte, o desaparecimento de seis doses da vacina Covid-19 virou alvo de investigação policial. Além da investigação feita pela polícia civil, a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), responsável pelo departamento hospitalar, também apura o sumiço.

Recentemente, a Maternidade recebeu 983 doses da vacina CoronaVac para atender profissionais de saúde da linha frente no combate à epidemia. Porém, na última segunda-feira (25), durante a contagem de imunizações, faltaram seis doses ao órgão.

Informou: “Assim que percebeu o fato, registrou o Boletim de Ocorrência e iniciou a apuração da responsabilidade. O incidente foi encaminhado ao Centro Administrativo de Correição da Fhemig, e a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte foi notificada.”

Na esfera policial, as investigações estão sendo conduzidas na terceira delegacia da Polícia Civil. Antecipando as investigações, a Fhemig mudou a comissão de vacinação para “dar continuidade ao plano de vacinação do trabalhador com toda a transparência e integridade necessárias”.

O assassinato do pastor e a ligação com os fatos anteriores serão investigados pela Polícia Civil.

Por Redação Jornal Minas

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas