15/jun

Projeto que torna atividades físicas serviço essencial avança no Estado, mas segue parado em Sabará

Belo Horizonte aprovou o PL 1071/20 que, reconhece a prática da atividade física e do exercício físico como essenciais para a população em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade, bem como em espaços públicos em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, os demais municípios também avançaram nessa pauta. Somente Sabará, estranhamente vem tratando a questão de forma muito morosa e na contramão de outras 50 cidades mineiras, que também já aprovaram projetos que tornam as atividades físicas serviço essencial.

Contagem e Viçosa também aprovaram projetos de leis idênticos sobre a importância nas atividades físicas. A Câmara de Juiz de Fora foi uma das primeiras a criar a LEI 14.107/2020, com sua publicação no dia 29/10/2020 – Diário Oficial do Legislativo.

Os autores das propostas justificam que a prática de exercícios físicos diminui a chances de morte por doenças cardiovasculares, diminui a incidência de câncer, mantêm a glicemia do sangue em índice adequado, evitando o diabetes, mantêm os idosos ativos e ajuda a prevenir a depressão, que pode levar ao suicídio. Inclusive, permite com que pessoas que sejam acometidas pela COVID-19 tenham sintomas mais leves devido a atividade física praticada.

A infectologista da Secretaria de Saúde do distrito Federal, Joana D’Arc Gonçalves ressalta que:

“Com base nas evidências científicas, fica claro que privar as pessoas de atividade física pode ter efeitos nefastos em suas vidas, gerando um elevado ônus social e econômico com intervenções posteriormente necessárias. Mesmo neste momento delicado de pandemia causada pela COVID, em que o risco de contaminação é iminente, o exercício é importante, já que, se feito adequadamente, fortalece a imunidade e diminui o risco de adoecimento” – explica Joana D’Arc.

Em tempos de pandemia, manter-se ativo faz bem para o corpo e para a mente. A prática de atividade física aumenta a produção de endorfina, o hormônio do prazer, essencial ao bem-estar. Ao ar livre, fazer exercícios estimula a produção de vitamina D. Tudo isso ajuda a reduzir o estresse e a aumentar a imunidade, dobradinha perfeita para quem quer manter-se longe da COVID-19.

Anúncio

Mas, para ficar longe mesmo do coronavírus, é preciso cuidado, inclusive, quando a atividade física for realizada ao ar livre. “As pessoas devem ter consciência da necessidade de usar máscara. É preciso escolher um modelo confortável, que se ajuste adequadamente ao rosto e permita à pessoa respirar bem durante a atividade”, destaca a infectologista.

OMS dá parecer favorável para as atividades físicas

Depois de dez anos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou uma nova versão de suas diretrizes sobre atividade física. Em cima das evidências científicas dos últimos anos, o documento fornece informações atualizadas sobre danos à saúde causados pelo sedentarismo e traz recomendações diferentes a respeito da quantidade de esforço físico que deve ser incluído na rotina e a forma de fazer isso, em a respeito da quantidade de esforço físico que deve ser incluído na rotina e a forma de fazer isso, em diferentes grupos populacionais e diante da pandemia mundial de COVID-19.

“Cada movimento conta, especialmente agora que gerenciamos as restrições da Covid-19. Devemos todos nos mover todos os dias – com segurança e criatividade” afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

Câmara de Sabará tem projeto idêntico, mas não vota, porquê?

O PL 006/2021 foi apresentado pelo vereador Thiago Rodrigues (PSD), e até agora não foi colocado em pauta para a votação. Como o site da Câmara Municipal de Sabará é completamente desatualizado, o Jornal Minas sequer conseguiu informações se o projeto já tramita nas comissões da casa legislativa.

A lentidão da Câmara dos vereadores de Sabará para a aprovação de um projeto tão importante para a cidade pode ter um motivo, o próprio vereador Thiago Rodrigues que, tem incomodado alguns setores do executivo com algumas de suas ações.

O Jornal Minas recebeu informações de pessoas ligadas a Câmara Municipal que parlamentares ligados ao prefeito estariam articulando para que os projetos de Thiago não sejam aprovados.

Isso tem trazido prejuízo a cidade, já que o grupo ligado ao executivo estaria tratando as demandas da Câmara como disputa política. Tais questões políticas visam enfraquecer a figura do vereador Thiago Rodrigues, para que o grupo de vereadores possam fortalecer um nome de dentro do grupo que receberá apoio do atual prefeito Wander Borges, e com isso possa desfrutar da máquina pública numa possível candidatura de um deles.

Em sessão plenária Thiago Rodrigues chegou a dizer que não entende essa atitude por parte da casa e de alguns vereadores.

É realmente lamentável.

Analise política

A queda de braço entre os vereadores aliados a Wander Borges e Thiago Rodrigues parece que está só no começo. Me preocupa o modus operandi da base do Governo, já que faltam três anos para um novo pleito na cidade. E me assusta ainda mais que, dentro da Câmara a base do Governo esteja dividida em; base do Governo e grupo seleto do prefeito.

Me parece que a postura de Thiago Rodrigues de independente e de fiscalizador sério passou a assombrar o grupo dos “seletos”. Já que esse grupo aparentemente deseja emplacar um nome para 2024, e Thiago parece ser a pedrinha no sapato.

Mas, o que realmente importa é que essa “raivinha” dos “seletos” com o vereador de primeiro mandato atrapalha o desenvolvimento da cidade e a população sabarense. Acredito que seja hora de trabalhar e deixar essa disputa para 2024. Não tem coerência manter essa “birra” com Thiago, principalmente porque está fazendo o que é de competência do cargo de um vereador: Fiscalizando e cobrando da Prefeitura.

Por Luís Fernando

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas