28/jun

Zema solicita autorização da Anvisa para importação excepcional de doses da vacina Sputnik

O Governador de Mina Gerais, Romeu Zema solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para importação excepcional de doses da vacina Sputnik, produzida na Rússia. O Estado está em negociação comercial avançada com o Fundo Soberano Russo para a compra dos imunizantes. O objetivo do governo estadual é garantir a vacinação dos mineiros o mais rápido possível.

“Encaminhamos à Anvisa o pedido de autorização para a importação extraordinária da vacina russa, a Sputnik. Caso esta autorização seja emitida, o Governo de Minas já está negociando com o Fundo Soberano Russo, em estágio avançado, a aquisição de doses que vão possibilitar a imunização muito mais rápida de toda a população do estado. Seguimos trabalhando de forma incansável, com todas as possibilidades que existem no mundo para que o mineiro seja imunizado o quanto antes, estamos fazendo tudo o que é possível”, afirmou o governador.

A negociação leva em consideração diversos pontos, como prazo estabelecido para entrega. A expectativa é de que, caso a Anvisa aprove a importação, sejam adquiridas inicialmente 200 mil doses do imunizante. O quantitativo é referente à 1% da população mineira, o máximo permitido pela agência reguladora. Mas a negociação do Governo de Minas com o Fundo Soberano Russo segue avançada para a compra de mais doses.

Os ajustes finais para aquisição das vacinas foram debatidos em reunião emergencial na manhã desta sexta-feira (25) pelo governador Romeu Zema em reunião, por videoconferência, com os secretários de Estado de Saúde, médico Fábio Baccheretti; de Planejamento e Gestão, Luisa Barreto; Geral, Mateus Simões; e o advogado-geral do Estado, Sérgio Pessoa.

Por Gisele Maia

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas