21/dez

Bombeira que salvou moradores de Raposos é promovida por ato de bravura

A cabo Annie Caroline Praça, de 29 anos, é a primeira mulher a receber a maior horaria da instituição em 109 anos do Corpo de Bombeiro de Minas Gerais. A promoção por ato de bravura se deu pelo salvamento de seis pessoas durante as chuvas que assolaram a cidade de Raposos, q na região metropolitana de Belo Horizonte, no início do ano.

A promoção por ato de bravura é aquela que resulta do reconhecimento de ato ou atos incomuns de coragem e audácia que, ultrapassando os limites normais do cumprimento do dever, se mostrem indispensáveis ou úteis às operações policiais e de bombeiros pelos resultados alcançados ou pelo exemplo positivo deles emanado.

A concessão deste mérito é rara, menos de 0,001% dos oficiais recebem, entre as mulheres nunca havia ocorrido tal concessão. Annie foi a primeira a receber no estado.

Entre os resgatados estavam, inclusive, um cadeirante e uma pessoa acamada. O que inicialmente poderia ser uma tragédia teve início após fortes chuvas atingirem a região. A enchente tomou conta do lugar.

A situação era muito perigosa. O objetivo foi cumprido. Utilizando um colchão inflável, ela conseguiu com que todos pudessem estar em segurança. A ação, por toda a complexidade, levou cerca de 40 minutos, entre idas e voltas até cada pessoa e um alto nível de água. Relata a Bombeira Militar.

Por Redação Jornal Minas

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas