30/nov

Federação Mineira bane torcida organizada Máfia Azul dos estádios por seis meses

A Federação Mineira de Futebol (FMF) informou nesta segunda-feira (29) que acatou a recomendação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) de banir a torcida organizada Máfia Azul, do Cruzeiro, dos jogos pelos próximos seis meses. Isso ocorre devido à morte de um torcedor do Atlético nesse fim de semana em Belo Horizonte.

Após a partida do Galo contra o Fluminense, nesse domingo (28), no estádio Mineirão, um ônibus com membros da torcida Galoucura foi interceptado por integrantes rivais na região do Barreiro e apedrejado. Seis pessoas ficaram feridas, sendo que um jovem de 20 anos morreu.

Conforme o MPMG, o “banimento temporário consiste na proibição do uso, porte e exibição de qualquer vestimenta, faixa, bandeira, instrumento musical, ou qualquer objeto que possa caracterizar a presença da torcida organizada”. Intenção é suspender a torcida em todo o país.

O Ministério Público notificou a presidência do Cruzeiro e a presidência da torcida Máfia Azul para que apresentem manifestação no prazo de 10 dias. A Polícia Militar também foi notificada, por meio do Comando de Policiamento Especializado do Batalhão de Choque, para que seja feita a divulgação interna e externa, inclusive para as polícias militares dos outros Estados e seja prestado auxílio na fiscalização e no cumprimento das medidas.

O MPMG recomendou ainda que a Máfia Azul não utilize suas sedes nos dias de jogos, sob pena de multa de R$ 50 mil. A torcida não se posicionou sobre o caso.

Por Redação

O JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Redes sociais
Jornal Minas