29/nov

Morre torcedor atleticano que foi vítima de ataque da Máfia Azul

Um dos integrantes da Galoucura morreu, nesta segunda-feira (29), após atentado envolvendo torcedores do Cruzeiro na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), os seis suspeitos do ataque, com idades entre 20 e 26 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, homicídio tentado e consumado.

Nesse domingo (28), seis torcedores da Galoucura foram feridos após o ônibus que eles estavam, da linha 6350, sofrer um ataque por integrantes da torcida da Máfia Azul, no Anel Rodoviário, na região do Barreiro.

Durante o ataque, os torcedores usaram paus, pedras, pedaços de tijolo e rojões. O veículo ficou destruído e com as janelas quebradas. Os feridos foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Barreiro e, um deles, que estava em estado grave, para o Hospital de Pronto Socorro João XXII, na capital.

Veja a nota da Polícia Civil:

Em relação à ocorrência envolvendo torcida/torcedores, a Polícia Civil ouviu os seis suspeitos conduzidos, com idades entre 20 e 26 anos, nesta segunda-feira (29/11), e eles foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, homicídio tentado e consumado.

Por Redação

O JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Redes sociais
Jornal Minas