17/mar

Nova Lima registra apenas 8 casos de Covid nas últimas 24 horas, o menor número desde o início do toque de recolher

No dia que o Brasil bate a triste marca de 2798 óbitos em 24 horas, o governo de Minas Gerais inicia nessa quarta-feira (17), a fase mais restritiva no controle da pandemia. Como as medidas são impositivas, todas as regiões e municípios do Estado, devem aderir a onda roxa durante os próximos 15 dias. A medida foi adotada frente ao grande número de casos, alta nos óbitos e índices no vermelho em relação aos leitos de enfermeira e UTIs nos sistemas de saúde dos municípios.

Em Nova Lima foram registrados 12049 casos confirmados, aumento de apenas 08 casos nas últimas 24 horas. Esse número é o menor registrado desde o início do  toque de recolher adotado pelo município no último dia 09. Os demais índices informados pela prefeitura seguem os seguintes: 538 casos seguem em acompanhamento, 11403 pessoas se recuperaram da doença, 30155 casos descartados e 41 pacientes em internação, sendo 23 na área clinica, 13 em leitos de UTI e 03 em leitos pediátricos. Para que os índices diminuam é necessário a colaboração por parte da população evitando aglomerações e intensificando o uso de máscaras e higienização das mãos, é fundamental a menor circulação de pessoas nas ruas, ou seja, a recomendação é se puder fique em casa.

Números em Minas

Os dados da doença no Estado batem novo recorde. 314 óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, sendo que o último registro mais alto foi no dia 11/03 com 263 óbitos, totalizando 21029 mortes desde o início da Pandemia. O número de casos seguiu o mesmo caminho chegando de alta sendo, 11045 casos registrados no mesmo intervalo de tempo sendo o último recorde registrado no dia 10/03 com 10399 casos, totalizando 991732 casos.Já situação dos leitos é a seguinte: leitos clínicos 72% de ocupação e as UTIs Geral 84% e  UTIs exclusivas para Covid-19 estão em 86%.

Mais leitos em Nova Lima

Na tarde desta quarta-feira (17)  a prefeitura de Nova Lima e o Hospital Nossa Senhora de Lourdes anunciaram a ampliação de leitos do Centro de Terapia Intensiva (CTI). Além disso, serão criados outros 10 leitos de enfermaria para receber pacientes que estiverem em recuperação da doença, mas que não necessitam mais do tratamento intensivo.

Por Roberto Márcio

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas