21/set

Resenha do Leão #01 – Maycom Guimarães

Olá, sou Maycom Guimarães, villanovense, e por aqui vamos acompanhar nosso Leão do Bonfim.

Neste domingo (20) o Villa Nova-MG iniciou a sua saga na competição nacional. Com a queda no Campeonato Mineiro, o time necessita chegar à série C nesta temporada, já que a disputa da série D é condicionada aos três melhores colocados no Estadual do ano anterior. Ou seja, fora do Mineiro e sem conquistar o acesso, o Villa não disputa o Nacional em 2021.

Pré jogo:

A desconfiança da torcida era imensa e com razão. Após o fraco Campeonato Mineiro, a diretoria do Villa Nova aposta no inexperiente técnico Mancini sob a pressão de ter que salvar a história de 112 anos em 20 jogos. Maicon (ex-seleção), Deola e Augusto Recife, jogadores de renome, trouxeram boas expectativas e a torcida de um bom futebol.

O jogo:

Mancini entrou em campo com Deola, Wander, Wellington, Rodolfo, Maicon (Capitão), Gustavo, João Paulo, Augusto Recife, João Lucas, Lucas Grossi e Etinho. Quando o árbitro da partida apitou, o time do Villa saiu com uma jogada ensaiada e levou perigo com um minuto de jogo com uma bola na trave. Ponto para o técnico que já imprimiu seu estilo, pois no Campeonato Mineiro vimos time sem criação e organização. Com uma marcação alta impedindo que o adversário ficasse com a bola, o volume do jogo foi o destaque do início da partida, na qual, com apenas cinco minutos, o atacante Lucas Grossi roubou uma bola próximo do gol adversário e, com um belo chute, abriu o placar. Mantendo a posse de bola e desperdiçando boas oportunidades durante todo primeiro tempo, aos 44 minutos uma falta na lateral levou ao segundo gol. Bola cruzada na área e Etinho conseguiu subir mais alto que os zagueiros do Palmas-TO e ampliando a vantagem.

Segundo tempo

Sem mudança no time e com a mesma postura, o Villa manteve linhas altas, marcações nas saídas de tiro de meta e desperdiçando boas oportunidades. Aos 23 minutos, Mancini optou por mudar o time que passou a criar melhores jogadas. Com apenas dois minutos, já surtiu resultado. Aos 25, chegou a meta, mas o gol foi anulado. A pressão era forte, o gol sairia em algum momento. Até que, uma bola não desviada de um escanteio sobra no pé de Daniel que, com um belo chute, fazia Villa 3 XPalmas 0, aos 45 do segundo tempo. Na saída de jogo o time do Villa desorganizado toma o gol de honra do time de Palmas já aos 46 minutos. Depois do gol, o árbitro encerrava aqui no Alçapão do Leão.

Resumo

O Villa Nova aproveitou o fator casa e bateu o Palmas por 3 a 1 na tarde deste domingo (20) no estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima (MG). Os gols da partida foram marcados por Lucas Grossi, Etinho e Daniel. Bruninho diminuiu para o Tricolor. O Leão do Bonfim teve o controle do jogo durante os 90 minutos do duelo. Bom lembrar que o time do Palmas tentou anular o jogo por motivo da Covid-19. Nove jogadores testaram positivo, mas a CBF não aceitou o recurso. O Villa fez seu papel deixando o sonho do acesso mais perto. Vamos Leão!

Por Maycom Guimarães.

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas