20/maio

Suspeitos de congelar animais responderão por maus-tratos e associação criminosa

Os donos da clínica veterinária Animed, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vão responder por estelionato, infração de medida sanitária preventiva, associação criminosa, maus-tratos a animais, poluição ambiental e crime contra as relações de consumo, de acordo com a Polícia Civil.

Eles são alvo de investigação desde 2019. O inquérito foi instaurado após suposto descarte de lixo veterinário (infectante) em lixo comum. Segundo a polícia, a clínica “agia no sentido de ludibriar tutores de animais para obter vantagem ilícita, com consequente inobservância da legislação vigente sobre medicina veterinária e abusos em animais”.

As apurações apontam que houve casos em que, quando algum animal morria, o veterinário o congelava e não avisava ao dono sobre a morte para continuar cobrando pela internação.

Cães chegavam a ficar congelados por mais de uma semana. Quando o dono era avisado, o animal era descongelado e uma injeção era aplicada para retomar a condição do corpo, simulando que a morte era recente.

Por Redação

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas