28/jan

BBB21: Caio é o sucessor do Prior?

A corrida do ouro fica mais clara para quem será o grande defensor da justiça no BBB21, lugar ocupado por Marcela na edição anterior. Quem sobe neste pódio resolve dois problemas ao mesmo tempo: escolhe em quem votar na primeira semana e se torna o bastião da verdade e do bom senso.

+ Notícias do BBB

Porém, tudo mostra que a pressa no processo pode atrapalhar Lumena. Nesta quarta-feira, a sister tentou usar Caio, um “agroboy”, como escada para fincar bandeira no solo virgem da militância politicamente correta. O sertanejo bronco se maquiou, incentivou Projota e Fiuk a fazê-lo para entreter os amigos, mas foi duramente criticado por Lumena, que apontou o comportamento como transfóbico. Se a memória popular for revivida, essa situação não terá sentido. Devemos lembrar de Babu, que na última edição também concordou em maquiar para a diversão feminina na casa que, elogiou o comportamento livre de preconceitos.

Portanto, não existe certo ou errado, existe apenas: Ter que se rebaixar quando alguém “engajado” indica um pseudo-erro, mesmo que não seja considerado um erro em seu crivo. Isso torna muito difícil para os participantes que não pertencem a nenhuma minoria decidir como agir. Ao mesmo tempo, causas importantes podem ser banalizadas e / ou usadas como armas no jogo.

Leia: BBB: Programa fútil ou entretenimento útil? – Pedro Alvarenga

Para surpresa de todos, talvez decepção, Caio não se opôs aos “avisos” do amigo. Ao contrário, ele assumiu o papel estereotipado para “ouvir e aprender”, mesmo que tal atitude não corresponda à sua personalidade ou natureza.

O fato é que o termômetro BBB (também conhecido como Tweeeter), comprou literalmente o boi de Caio, atenção aos trocadilhos. Muitos ficaram desapontados por ele ter aceito as críticas infundadas. O público vê o peão como um brasileiro comum que pode substituir o Prior, um participante que se opunha abertamente ao politicamente correto.

Por Pedro Alvarenga

Siga Jornal Minas nas redes sociais

Facebook Instagram Twitter Whatsapp 

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas