05/abr

Internação por Covid-19 aumenta 153% após um mês do início do toque de recolher em Nova Lima

Os casos de infectados por Covid-19 em Nova Lima continuam avançando mesmo com medidas mais restritivas de combate à doença. Após quase um mês do início do toque de recolher, que proíbe a circulação dos munícipes das 20h às 5h da manhã, em vez de diminuir, a cidade registrou um aumento de 153,5% de internações pelo novo coronavírus.

Nesse período, várias medidas foram tomadas como a onda lilás e, logo após, a onda roxa do plano Minas Consciente. Um áudio do Secretário de Saúde Diogo Ribeiro, que era destinado a apenas a amigos, vazou e expôs a situação preocupante do município. Na gravação, ele alertava sobre a rotina exaustiva dos profissionais na linha de frente, além de estarem em número insuficiente para atender a demanda de novos casos.  Outro agravante, de acordo com a mensagem, era a diminuição do estoque de medicamentos e a dificuldade de reposição.

Paralela às regras rígidas para diminuir a livre circulação de pessoas, a Prefeitura ampliou o número de leitos de UTI e enfermaria na cidade, restringiu o funcionamento do comércio a serviços essenciais e intensificou as ações de fiscalização. No último final de semana o Executivo endureceu o toque de recolher que passou a vigorar também aos finais de semana, com 40 horas de reclusão, salvo situações essenciais justificáveis.

Porém, nenhuma dessas medidas foi eficaz contra o avanço do vírus no município, como demonstram os números da prefeitura de Nova Lima.

Segundo dados do boletim divulgado pela Administração Municipal, em 8 de março, data de início do toque de recolher noturno, a cidade apresentava 11.508 infectados.  Hoje, dia 5 de abril, são 13.387. Desses casos, em 8 de março, 104 evoluíram a óbito, enquanto que as informações atuais são de 132 mortes. Na ocasião, havia 28 pessoas internadas, enquanto que nesta segunda-feira, a cidade apresenta 71 pessoas; 45 em clínica, 24 em UTI, e duas em pediatria.

Dessa forma, a variação do aumento de casos, mesmo com todo o rigor, chega a 153,5% de internações, sendo 16.3 % de infectados,26.9% de óbitos a mais que no início das medidas.

Vacinação

Apesar das dificuldades, Nova Lima ainda realizou dois dias de drive thru para vacinação, além da imunização em postos de saúde nos bairros e também em residências.

No total, foram aplicadas 16.614 doses das 18.888 recebidas do Ministério da Saúde, o que significa 86,4% das vacinas disponíveis, segundo dados do vacinômetro em  1º de abril.

Anúncio

CEACOR emitirá boletins diários por telefone

A Prefeitura determinou que, a partir desta segunda-feria (5), familiares dos pacientes do Atendimento ao novo Coronavírus (CEACOR ) receberão o boletim diário por telefone. A medida tem como objetivo reduzir a circulação de pessoas na cidade e, assim, contribuir para a redução do índice de contaminação.

Em nota, a Administração Municipal informa que “o contato será realizado todos os dias, entre 12h e 16h, a partir desta segunda-feira (05/04). A pessoa que receber as informações fica responsável de transmitir aos demais familiares, evitando o deslocamento das famílias ao local já que não haverá visitas no momento”.

Por Ana Carina

JORNAL MINAS reforça seu compromisso com o profissionalismo, a qualidade e o jornalismo mineiro. Nossa redação fornece informações responsáveis ​​e confiáveis ​​todos os dias. Apoie a informação de qualidade, siga-nos pelas redes sociais – Facebook Instagram Twitter Whatsapp

Compartilhar esta notícia:


Comentários


Anúncio


Redes sociais
Jornal Minas